Dark Mode 47,7 kWh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Dois mortos e 31 feridos em descarrilamento em Itália

Duas carruagens e o veículo tractor de um comboio de alta velocidade descarrilaram em Lodi, Itália. Os dois maquinistas morreram. Há 31 feridos, um deles em estado grave.

i

A polícia está a partilhar imagens do acidente nas redes sociais

Polizia di Stato

A polícia está a partilhar imagens do acidente nas redes sociais

Polizia di Stato

Pelo menos duas pessoas morreram e 31 ficaram feridas após o descarrilamento de duas carruagens, incluindo o veículo trator, na linha Milão-Bolonha, em Itália, avança esta quinta-feira o Corriere della Sera. As vítimas mortais serão os maquinistas do Frecciarossa, um comboio de alta velocidade.

Um dos feridos está em estado grave e será um funcionário que estaria responsável por limpar a ferrovia. Tem “múltiplas fraturas nos membros”, diz a imprensa italiana, mas não está em risco de vida. Todos os outros feridos têm uma média de 30 anos de idade.

De acordo com o jornal italiano, o acidente ocorreu às 05h35 locais (06h35 em Portugal Continental), em Ospedaletto, província de Lodi, 25 minutos depois de o veículo ter iniciado viagem. Desde então que a linha de comboios de alta velocidade que liga Milão a Bolonha foi suspensa em ambas as direções pelas autoridades. Todas as viagens estão a ser executadas pela linha Milão-Piacenza, mas há atrasos de 60 minutos.

[O cenário do descarrilamento em Itália]

A polícia italiana já confirmou o “acidente ferroviário grave” através do Twitter e publicou quatro imagens oficiais do local. Segundo o Corriere della Sera, que está a mostrar imagens em direto do acidente, este era o primeiro comboio do dia entre as duas cidades italianas e não iria cheio. Havia 33 pessoas no interior do comboio. Caso contrário, “podia ter sido uma carnificina”, adjetivou o presidente do município nas primeiras declarações sobre o caso.

Uma avaliação preliminar ao local do acidente afirma que o motor foi a primeira parte do comboio a descarrilar, indo colidir com a carruagem de outro comboio que estava parado e vazio na linha ferroviária ao lado. A seguir, o motor colidiu também com um edifício ferroviário à margem da linha. O resto do comboio continuou a viajar durante alguns metros até que uma segunda carruagem descarrilou também.

Links promovidos

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.