Não há uma sem duas e Rochele Nunes confirmou este domingo o grande arranque de temporada em 2020 com a conquista da medalha de bronze na categoria de +78kg do Grand Slam de Paris, já depois de ter terminado o Grand Prix de Telavive, no último fim de semana de janeiro, também no terceiro lugar.

Rochelle Nunes segue Patrícia Sampaio e ganha também medalha de bronze no Grand Prix de Telavive

A luso-brasileira começou por derrotar a cazaque Kamila Berlikash, seguindo-se mais três triunfos com a francesa Anne Fatoumata Bairo, a porto-riquenha Melissa Mojica e a argelina Sonia Asselah até chegar às meias-finais, disputadas na parte da tarde. Aí, Rochele Nunes perdeu com a bielorrussa Marina Slutskaya, ganhando o bronze na competição após superar a tunisina Nihel Heikh Rouhou.

Ainda no quadro feminino, e depois do quinto lugar na véspera de Telma Monteiro, também Bárbara Timo ficou muito próxima do pódio em -70kg após ter chegado às meias-finais, perdendo com a japonesa Yoko Ono antes de sair derrotada no combate de atribuição da medalha de bronze com a britânica Gemma Howell.

Telma Monteiro “insatisfeita e frustrada” com desclassificação em Paris

Por fim, Anri Egutidze teve uma excelente prestação em Paris, acabando no quinto lugar. À semelhança de Timo, Anri ganhou a fase preliminar em -81kg e chegou às meias-finais, onde caiu com o belga Matthias Casse. No combate de atribuição do terceiro lugar, o português perdeu com o canadiano Antoine Valois-Fortier.