Se aceder ao site www.casa.seat, a Internet abre-lhe as portas do novo espaço do construtor espanhol. Mas o virtual vai em breve tornar-se realidade com a inauguração da Casa Seat, um espaço implantado numa área de 2600 m2 distribuídos por quatro andares, que se localiza na esquina do Paseo de Gracia e da Avenida Diagonal, em Barcelona, Espanha. E é justamente para evidenciar a sua relação umbilical com a cidade que a viu nascer há quase 70 anos que Seat decidiu que a abertura ao público deste novo espaço multidisciplinar ocorrerá a 23 de Abril, uma data particularmente importante para os locais por celebrar o Dia de São Jorge.

A Casa Seat convidará à troca de ideias e co-criação de soluções para os desafios da mobilidade e da cidade do futuro. A Seat e a Cupra querem compartilhar a sua visão e, ao mesmo tempo, aprender com tudo o que Barcelona oferece”, adianta o vice-presidente comercial da Seat e CEO da Cupra, Wayne Griffiths.

O novo espaço será palco dos mais variados eventos, desde a apresentação de ideias à realização de debates ou encontros sobre as mais diversas temáticas, nomeadamente sustentabilidade, design, tecnologia e negócios. Há ainda área para explorar a veia artística, até porque a Casa Seat ambiciona conquistar um lugar na agenda cultural de Barcelona. Daí que a programação venha a contemplar concertos, encontros com criadores e exposições.

A localização do novo espaço é emblemática e queremos que ele se torne o lugar para onde a cidade se move. A partir do Dia de São Jorge, o futuro da mobilidade terá um ponto de encontro na Casa Seat. Desenvolveremos conteúdo relacionado com a tecnologia, inovação, negócios e também com arte, design, cultura e tendências urbanas”, explica a directora da Casa Seat, Gabriele Palma.

Para materializar este projecto, a Seat escolheu uma dupla de projecção internacional: ao arquitecto Carlos Ferrater, do estúdio OAB, coube a remodelação do edifício, enquanto o design de interiores foi entregue a Lázaro Rosa-Violán. O resultado final é uma obra que se destaca exteriormente pela fachada contínua, “cujos vidros curvos serigrafados a bronze são únicos no mundo”, e por um interior onde as paredes foram derrubadas, transmitindo a ideia de que a Seat está aberta a novas ideias e tendências.