À primeira vista dir-se-ia que não passava de uma impressionante montagem mas a imagem não é mais que o resultado da persistência de Sam Rowley. Quem frequenta o metropolitano de Londres está familiarizado com a presença regular destes pequenos roedores, o que talvez achasse difícil era apanhar dois ratos em plena disputa por umas quantas migalhas. Foi precisamente este o momento que o fotógrafo captou, um registo alcançado certa noite, depois de ter passado uma semana debaixo do solo em busca da fotografia chave.

O fascínio acabou por render-lhe a imagem intitulada “Station Squabble”, eleita pelo público naquele que é o 55º LUMIX People’s Choice Award, que assim premeia a o melhor fotógrafo na categoria de Vida Selvagem. 28 mil pessoas deram o seu voto a este inesperado encontro, que aconteceu pouco depois de um dos passageiros ter deixado cair um pedaço de comida no chão.

“Normalmente tiro uma série de fotos e tenho sorte com uma delas, mas neste caso passei cinco dias deitado numa plataforma, portanto provavelmente isto acabaria por acontecer a certa altura”, confessa Sam, natural de Londres e atualmente fixado em Bristol, onde tem colaborado com a BBC e a sua unidade de produção de filme.

Além de “Station Squabble”, também foram destacada a foto “Matching Outfits”, que mostra duas onças pintadas a caçar uma anaconda no Brasil; “Surrogate Mother”, com um rinoceronte bebé e o seu cuidador no Quénia; “Losing the Fight”, que retrata como os oragotangos são usados em espetáculos degradantes em Banguecoque; e “Spot the Reindeer”, com as renas brancas adaptadas ao gelo norueguês.

Todas as fotografias vão estar em exposição no Museu de História Natural até dia 31 de maio. Pode vê-las também na fotogaleria.