Portugal vai regressar esta quarta-feira aos mercados para emitir até 1.250 milhões de euros em obrigações do tesouro, em dois leilões, com maturidade em julho de 2026 e abril de 2034.

Numa nota enviada à comunicação social, na passada sexta-feira, o IGCP – Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, anunciou os “dois leilões de OT [Obrigações do Tesouro] em 21 de julho de 2026 e 18 de abril de 2034”, pelas 10h30.

Os leilões terão um montante indicativo global entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros.