O incêndio numa habitação na Rua Pereira Reis, no Porto, provocou esta quinta-feira a morte a uma mulher de 81 anos e obrigou ao corte de trânsito em duas ruas, disse o comandante dos Bombeiros Sapadores.

A vítima mortal, a viver sozinha, foi encontrada na casa de banho do primeiro andar da habitação, tendo sido “resgatada” e sujeita a manobras de reanimação, mas que se revelaram infrutíferas, adiantou Carlos Marques aos jornalistas presentes no local.

“Muito possivelmente a senhora terá morrido por inalação de fumo”, acrescentou.

O fogo, que deflagrou às 13h16 e que começou num quarto, consumiu totalmente o primeiro andar da habitação unifamiliar, não causando danos no rés-do-chão. Além disso, também não causou estragos nas habitações contíguas, nem obrigou à retirada de pessoas, acrescentou. O comandante comentou ainda ter sido resgatado um cão na casa.

As estradas cortadas ao trânsito são a Rua Pereira Reis, local do incidente, e a Rua Dr.Carteado Mena, revelou Carlos Marques.

No local está agora a Polícia Judiciária (PJ) do Porto que aguarda “ter condições” para entrar na casa e apurar as causas do incêndio.

O fogo, que mobiliza 24 operacionais e oito viaturas, está já extinto e em fase de rescaldo, sublinhou. Entre os operacionais estão elementos da INEM, VMER, PSP, bombeiros portuenses e sapadores.