O galês Elfyn Evans (Toyota Yaris) terminou esta sexta-feira na liderança o primeiro dia do Rali da Suécia, segunda prova do Campeonato do Mundo, com 8,5 segundos de vantagem sobre o campeão em título, o estónio Ott Tanak (Hyundai i20).

Não nos podemos queixar depois de um dia destes”, sublinhou Evans.

A surpresa do dia foi o terceiro lugar do finlandês Kalle Rovanpera (Toyota Yaris), a 14,3 segundos de Evans. O mais novo recruta da Toyota perdeu o segundo lugar para Tanak devido a um pião em que deixou o motor do seu carro ir abaixo.

Ainda o voltei a deixar ir abaixo outra vez, num erro estúpido. Tenho de aprender a lidar com estas situações”, admitiu.

Em quarto surge o francês Sébastien Ogier (Toyota), a 17,8 do líder. “Foi um bom dia, mas o resultado dos meus companheiros de equipa mostra que ainda posso fazer mais com o carro”, sublinhou o piloto francês.

O líder do Mundial, o belga Thierry Neuville (Hyundai i20), terminou a primeira jornada da prova apenas na sexta posição, a 23,6 segundos de Evans.

Foi complicado ser o primeiro na estrada, mas tivemos um dia sem erros. Não estou contente com a classificação, mas estou satisfeito com o que fizemos no carro e com a nossa velocidade”, frisou.

O Rali da Suécia tem sido marcado pela ausência de neve e gelo, que obrigou ao cancelamento da superespecial noturna de quinta-feira e à diminuição do número de quilómetros total da prova, disputando-se apenas dez das 18 especiais cronometradas inicialmente previstas.

O dia de sábado será uma repetição do de sexta-feira, com as mesmas quatro especiais, num total de 63,68 quilómetros cronometrados.