O programa internacional “Women4Climate” chega a Portugal pelas mãos da Câmara Municipal de Lisboa, a Startup Lisboa e a Casa do Impacto. O objetivo é o de procurar mulheres com projetos que se enquadrem nos objetivos da Lisboa Capital Verde 2020. O projeto vencedor ganha 10 mil euros e as candidaturas estão abertas até 29 de março.

Podem inscrever-se no programa, que terá duas fases, as mulheres que tiverem um projeto inovador nas áreas consideradas prioritárias: energia, mobilidade, água, ruído, qualidade do ar, alterações climáticas, economia circular e biodiversidade. Há 25 vagas e as finalistas serão escolhidas por um painel de jurados.

A primeira fase do “Women4Climate” é um programa intensivo de sete dias (divididos por duas semanas) no qual as participantes podem criar, desenvolver e partilhar ideias de negócio bem como a sua respetiva capacitação e implementação.

Depois desta primeira fase, são selecionadas as 15 que passam à fase seguinte, em que passarão por um período de mentoria individual e personalizada, eventos de comunidade e de networking (para estabelecer contactos).

A 8 de outubro, as 15 finalistas vão apresentar os seus projetos perante o júri, que escolherá a vencedora. O prémio final são 10 mil euros, acesso a incubação do projeto na Casa do Impacto, à rede de mentores e parceiros da Startup Lisboa, ao programa de aceleração Maze e à possibilidade de implementar o projeto no Município de Lisboa.