Pelo menos quatro pessoas morreram na sequência de uma colisão entre duas avionetas em Malgalore, a cerca de 120 quilómetros a norte de Melbourne, na Austrália. De acordo com a ABC australiana, o acidente aconteceu às 11h25 locais (2h25 da madrugada, em Lisboa) desta quarta-feira.

Não temos a certeza se ambos os aparelhos seguiam na mesma trajetória ou por que razão estavam nesta zona, mas infelizmente eles colidiram no ar”, disse aos jornalistas o inspetor da Polícia de Victoria Peter Koger.

O agente avançou ainda que algumas informações iniciais davam conta de “uma possível nebulosidade” que pode ter feito com que as duas aeronaves “não se tivessem visto uma à outra”.

Em cada um dos aparelhos viajavam duas pessoas. As vítimas são um instrutor e o respetivo aluno, que seguiam numa delas. As duas restantes, que seguiam na outra avioneta, ainda estão a ser identificadas. Um porta-voz da Autoridade de Segurança da Aviação Civil australiana detalhou que o acidente envolveu uma aeronave Piper Seminole registada na escola de aviação Moorabbin Aviation Services e uma aeronave Beechcraft Travel Air registada por um proprietário particular em Tyabb, uma localidade no estado australiano de Victoria.

É uma tragédia enorme para ambas as famílias. É muito perturbador para todos, incluindo para os serviços de emergência que tiveram de ver este cenário hoje”, disse ainda o inspetor.

O inspetor Koger detalhou ainda que uma das avionetas caiu imediatamente depois da colisão, enquanto a outra ainda percorreu alguma distância antes de cair. No entanto, ambas ficaram “consideravelmente danificadas” — o que levou à queda. Segundo a ABC, a polícia procura agora encontrar alguém que possa ter o registo de imagens de viedovigilância que eventualmente gravaram a colisão.