A Citroën produziu alguns dos veículos mais emblemáticos da história da indústria automóvel, sobretudo se considerarmos exclusivamente as marcas europeias. A marca do double chevron assinou modelos como a “arrastadeira”, o 2CV, o Mehari e o SM, mas é o DS o seu veículo mais marcante.

Uma das mais belas versões do DS foi o DS 21 Décapotable, o cabriolet da família, um carro aberto de grandes dimensões que conseguia ser, simultaneamente, elegante e prático. E apesar de ter sido sempre alvo de grande procura por parte dos clientes, a Citroën nunca fabricou nenhuma das unidades que por aí circulam desde 1958.

A responsabilidade de conceber e de produzir o DS Décapotable pertenceu à Chapron. O transformador e carroçador francês começou por fabricar uma primeira unidade que, após ser revelada ao público, rapidamente granjeou uma multidão de adeptos. A ponto de levar a Chapron a contactar a Citroën, solicitando a venda de carroçarias nuas do DS para transformação, o que a marca francesa recusou de início, obrigando o transformador a adquirir Citroën DS completos, que depois desmontava, cortava, reforçada e voltava a montar para entregar aos seus clientes.

6 fotos

Passados uns anos e como a procura continuava em alta, o fabricante francês acabou por contratar a Chapron para produzir os seus Décapotable “oficiais”, de que acabariam por ser produzidas 1365 unidades, 483 das quais na versão DS21. Estes descapotáveis eram então propostos com 15 cores exteriores e 13 tons de revestimentos interiores em pele.

A unidade que vai ser leiloada pela RM Sotheby’s a 2 de Maio, no Indiana, EUA, é um dos DS 21 Décapotable oficiais produzido em 1966 e faz parte de uma colecção de 230 automóveis, 30 motociclos e alguns camiões. O DS cabriolet foi pertença do seu dono original até 1990, no sul de França, quando foi vendido a um coleccionador suíço. Em 2008 passaria para as mãos de um holandês, que o leiloou através da Sotheby’s, em 2018, ocasião em que foi arrematado por 170.000 dólares. Espera-se que o seu valor suba ainda mais nesta segunda visita do DS 21 Décapotable aos salões da prestigiada leiloeira.