A produção de petróleo e gás natural no Brasil em janeiro totalizou 4,041 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), registando novo recorde histórico, divulgou esta quarta-feira a agência Nacional de Petróleo (ANP).

O órgão regulador do setor no Brasil explicou que a produção de petróleo atingiu 3,168 milhões de barris por dia (bbl/d) e a de gás natural 138,753 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d). Os números indicam que a produção de petróleo obteve um aumento de 1,99% com relação a dezembro de 2019 e de 20,43% com relação a janeiro do ano passado.

Já a de gás natural foi 0,71% maior que no mês anterior e 22,58% maior do que no mesmo mês de 2019.

A produção de petróleo e gás no pré-sal, área localizada na costa brasileira onde estão as maiores reservas do país, foi de 2,682 milhões de boe/d, representando 66,37% de toda a produção no território brasileiro. Nessa região, foram produzidos 2,150 milhões de bbl/d de petróleo e 84,572 milhões de m³/d de gás natural.

A maior área produtora do pré-sal em janeiro foi o campo de Lula, com 1,052 milhões de bbl/d de petróleo e 44,096 milhões de m³/d de gás.

A Petrogal, a “joint venture” portuguesa controlada pela Galp, é uma das empresas que tem participação no campo de Lula, juntamente com a Shell e a Petrobras.