O treinador do Marítimo, José Gomes, afirmou esta quinta-feira que pretende “mais consistência e intensidade” da sua equipa na visita de sábado ao Belenenses SAD, em jogo da 22.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Os madeirenses regressaram aos triunfos na ronda anterior, após cinco partidas, e logo com a vitória mais expressiva da temporada, por 3-0, sobre o Paços de Ferreira, mas o técnico ambiciona mais.

Estivemos muito melhor, mas gostava de ver mais consistência. Acredito que vamos chegar a esse nível e aquilo que temos de fazer para não darmos passos atrás é agarrar com força no que já fizemos de bom e ir acrescentando mais consistência e mais intensidade. Acho que estamos no caminho certo”, referiu José Gomes, em conferência de imprensa.

Para o técnico, a vitória caseira já faz parte do passado e os madeirenses ainda se encontram “no meio de uma confusão” na tabela classificativa, da qual só poderão sair conseguindo bons resultados, que sirvam para dar “força ao processo”.

O próximo jogo é diante do Belenenses SAD, que vem igualmente de uma vitória (2-1 ao Boavista) e que apresenta um conjunto organizado.

É uma equipa muito coesa, muito forte defensivamente. Dificilmente veremos menos de cinco jogadores do Belenenses atrás da linha da bola. Uma equipa sempre muito equilibrada defensivamente e com jogadores com velocidade, para fazerem ataque rápido e criarem problemas”, comentou.

O Marítimo triunfou por 1-0 na temporada passada na deslocação ao reduto dos “azuis”, na altura o Estádio do Bonfim, em Setúbal, devido ao facto de o relvado do Jamor não estar em condições, quando o treinador dos insulares era Petit, hoje técnico do Belenenses SAD. O antigo internacional português saiu de forma conturbada dos “verde rubros”, mas José Gomes não acredita em motivação extra por parte do adversário.

Se aceitarmos a ideia de que o treinador que vai defrontar uma certa equipa, com a qual teve um problema no passado, vai incutir um espírito que vai levar a sua equipa a estar mais próxima de conquistar os três pontos, então porque não o fez em jogos anteriores, contra outras equipas, que dão o mesmo número de pontos?”, justificou.

José Gomes qualificou Petit de “excelente profissional”, com quem trabalhou no Gil Vicente, na época 1999/2000, e no Benfica, em 2002/03.

O Marítimo, 12.º classificado da I Liga, com 24 pontos, visita o Belenenses SAD, 15.º com 21, no sábado, em jogo com início às 20h30.