A economia portuguesa cresceu 2,2% em 2019, confirmou o INE, o que fica acima da previsão feita na estimativa rápida divulgada há duas semanas. Essa estimativa apontava para um crescimento de 2,0%.

“Em 2019, o Produto Interno Bruto (PIB) aumentou 2,2% em volume, menos 0,4 pontos percentuais que no ano anterior”, escreve o INE em comunicado.

Houve uma menor contribuição da procura externa líquida, que teve um contributo de -0,6 pontos percentuais para a evolução do PIB. “O contributo da procura interna diminuiu para 2,7 pontos percentuais (tinha sido 3,1 pontos percentuais, em 2018), refletindo o crescimento menos intenso do consumo privado”, acrescenta o INE.

Relativamente ao quarto trimestre, o INE confirmou que a economia portuguesa cresceu 2,2% em termos homólogos, mais 0,3 pontos percentuais que no trimestre anterior, mas uma revisão em baixa face aos 0,6% estimados anteriormente.