O fabricante de automóveis Volkswagen está disposto a pagar cerca de 800 milhões de euros a 460.000 clientes afetados pela manipulação de motores ‘diesel’, após um acordo extrajudicial com o gabinete de proteção do consumidor na Alemanha.

De acordo com o gabinete de proteção do consumidor, as indemnizações no caso conhecido como ‘dieselgate’ vão variar, segundo o tipo de veículo, entre 1.350 e 6.257 euros.

Os clientes podem agora escolher entre optar pelo acordo extrajudicial ou continuar individualmente o processo em diferentes instâncias judiciais.

Este caso remonta a 2015, quando se descobriu que a empresa instalou um ‘software’ em veículos a ‘diesel’, cerca de 9,5 milhões em todo o mundo, que manipulava os dados das emissões poluentes para superar os testes ambientais.