O tenista Dominic Thiem “destronou” esta segunda-feira Roger Federer do terceiro lugar do ranking ATP, com o austríaco a alcançar a sua melhor classificação de sempre face à perda de pontos do suíço.

Thiem, finalista vencido este ano no Open da Austrália, é agora terceiro na hierarquia mundial, atrás do espanhol Rafael Nadal (2.º) e do sérvio Novak Djkovic (1.º), enquanto Federer caiu para o quarto lugar. A subida de Thiem acontece devido à perda de pontos de Federer, que está lesionado e renunciou à competição em terra batida, não defendendo o título que tinha conquistado no último ano no Dubai, conquistado nesta edição por Djokovic.

O tenista sérvio somou 500 pontos com a vitória na final, diante de Tsitsipas, e passou a somar 10.220, e Rafael Nadal chegou aos 9.850, depois de triunfar no torneio de Acapulco, numa final em que bateu o norte-americano Taylor Fritz.

O português João Sousa subiu esta semana três posições e é 65.º classificado, seguido por Pedro Sousa em 110.º, com uma queda de dois lugares, João Domingues em 152.º, e Frederico Silva na 190.ª posição.

Em femininos, na frente continuam a australiana Ashleigh Barty (1.ª), a romena Simona Halep (2.ª) e a checa Karolina Pliskova (3.ª), numa classificação em que a suíça Belinda Bencic subiu a oitava e Serena Williams caiu para nona. A portuguesa mais bem classificada na hierarquia feminina do ténis mundial é Francisca Jorge, num distante 564.º lugar.