O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que atualiza os salários da administração pública em 0,3% e um acréscimo de dez euros nos salários inferiores a 700 euros, segundo o comunicado do Conselho de Ministros.

Os trabalhadores que aufiram a base remuneratória da Administração Pública ou cujo valor da remuneração base mensal se situe até ao valor do montante pecuniário do nível 5 da Tabela Remuneratória Única (TRU) terão, em 2020, uma atualização salarial de 10,00 euros, sendo a remuneração dos trabalhadores que não se encontrem nesta condição atualizada em 0,3%”, lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

As atualizações salarais da administração pública são retroativas a 1 de janeiro.

Ainda segundo o comunicado, no total, este ano as despesas com pessoal aumentam 3,8% face a 2019 para 854 milhões de euros, o que resulta do impacto das “das medidas relativas ao descongelamento das carreiras, que se sentirá de forma significativa até 2020, do aumento do emprego público promovido nos últimos anos e do efeito extraordinário da reposição do tempo em algumas carreiras, que se concluirá em 2021”.

O Governo considera que, com melhores condições de trabalho e de vida dos trabalhadores, “está a contribuir para o reforço da coesão social e do combate à pobreza”.