A seleção portuguesa de futebol feminino permitiu esta quarta-feira a reviravolta da Itália em tempo de compensação e perdeu por 2-1, tendo falhado a qualificação para as meias-finais da 27.ª edição da Algarve Cup.

No Estádio Algarve, a equipa comandada por Francisco Neto esteve na frente do marcador desde os 34 minutos, graças ao tento de Diana Silva, mas permitiu o empate no segundo tempo, aos 78, por Elena Linari.

Quando parecia que o encontro seria decidido através do desempate por grandes penalidades, a Itália conseguiu chegar ao triunfo, precisamente num penálti convertido por Cristiana Girelli, aos 90+4 minutos.

Com esta derrota, Portugal falhou a qualificação para as meias-finais e vai jogar com a Bélgica, no sábado, para decidir a classificação entre os quinto e oitavo lugares da prova.

Nas meias-finais, a Itália vai defrontar a Nova Zelândia, que superou as belgas por 7-6 no desempate por grandes penalidades, depois do 1-1 registado no tempo regulamentar. As neozelandesas inauguraram o marcador através de Olivia Chance, aos 37 minutos, mas Chloe Velde repôs a igualdade, aos 89, obrigando a partida a ser decidida da marca dos 11 metros.

A outra meia-final vai opor a Alemanha, três vezes vencedora do torneio, à Noruega, que conta com cinco troféus no currículo, o último dos quais no ano passado. As germânicas bateram por 1-0 a Suécia, terceira colocada no Mundial2019, com um tento solitário da avançada Svenja Huth, aos 33 minutos.

Já a detentora do troféu, Noruega, operou a reviravolta sobre a Dinamarca e venceu por 2-1 o duelo nórdico, com o golo do triunfo a surgir em tempo de compensação. Pernille Harder adiantou as dinamarquesas logo aos sete minutos, só que Elise Thorsnes, aos 12, e Synne Jensen, aos 90+3, garantiram a vitória às norueguesas.

As meias-finais da 27.ª edição da Algarve Cup estão agendadas para sábado.