França é, de momento, o mercado mais interessante de acompanhar, no que diz respeito à comercialização de veículos eléctricos. A concorrência faz milagres e, depois de anos sozinho no mercado, o Renault Zoe tem finalmente um rival à altura. Ou melhor três, pois a PSA atacou a sua rival francesa em bloco, com o Peugeot e-208, o Opel Corsa-e e o DS3 Crossback E-Tense.

Depois de um mês de Janeiro em que o Zoe impôs a sua histórica presença no mercado, Fevereiro permitiu ao Renault manter o domínio, mas com o seu principal adversário substancialmente mais perto. Se o Zoe transaccionou 3076 unidades no mês mais curto do ano, o e-208 atraiu 2495 novos clientes. E ambos relegaram o Model 3 da Tesla para a 3ª posição, com 1025 veículos vendidos.

A concorrência entre os arqui-rivais levou a que os eléctricos atingissem um inesperado volume de vendas face às versões similares com motor de combustão, com o Zoe a atingir 41,1% do Clio (7476 unidades) e o e-208 a transaccionar 25,9% das vendas do 208 (9651).

Zoe vs e-208: guerra entre eléctricos aquece França

No total, em Fevereiro, venderam-se em França 9452 automóveis eléctricos, mais 228% do que no mesmo mês de 2019, conquistando 8% do mercado. Os híbridos plug-in (PHEV) revelaram também uma boa performance, ao comercializar 3899 unidades, mais 208% do que no ano anterior e 2,3% do mercado. Na fotogaleria encontra o ranking com os veículos com maior procura, tanto entre os eléctricos a bateria, como entre os PHEV. Neste segmento, foi o DS7 Crossback que liderou, com 728 unidades, seguido do Peugeot 3008 (428), Peugeot 508 (422) e BMW X5 (216). Veja aqui a análise completa.