Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Ministério Público (MP) acusou um rapaz de 24 anos pelo homicídio do empresário de marketing José Manuel Costa, no verão do ano passado. Segundo a investigação, o alegado homicida estaria a ser ameaçado pelo empresário de 54 anos — com quem tinha uma relação amorosa  — com a publicação de um vídeo íntimo que tinha gravado sem que o jovem se tivesse apercebido. Para o impedir, atacou a vítima “de forma insensível e sem motivo plausível que minimamente o justificasse”, diz a acusação.

José Manuel Costa, fundador da consultora de comunicação GCI e presidente do Conselho de Administração da Sustainable Society Initiative, a agência de comunicação do Continente, terá dito que divulgava o vídeo íntimo caso o arguido terminasse a relação com ele — o que, no entender do MP, motivou o crime.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.