O 508 PSE, de Peugeot Sport Engineering, é um híbrido plug-in (PHEV) destinado a elevar o carácter sexy do familiar da Peugeot. Para aliciar os potenciais compradores do 508 que procurem um veículo mais possante, capaz de ser mais apelativo graças a uma capacidade de aceleração superior, a marca gaulesa concebeu um PHEV mais musculado, com uma potência de 400 cv, em vez dos até aqui 225 cv.

O actual Peugeot 508 PHEV, denominado 508 GT Hybrid 225 e-EAT8, por estar equipado com uma caixa automática de oito velocidades, produzida pelos japoneses da Aisin, monta um motor a gasolina 1.6 sobrealimentado, com 181 cv. A este motor o 508 PHEV alia uma unidade eléctrica com 109 cv, instalada dentro da própria caixa, em substituição do conversor de binário – e daí a denominação e-EAT8 da caixa, por ser também ela electrificada. A bateria de 11,8 kWh alimenta o motor eléctrico e garante que este é capaz de se deslocar apenas em modo eléctrico.

9 fotos

O 508 PSE eleva as especificações técnicas do familiar da Peugeot. Mantém o motor 1.6 turbo à frente, associado à unidade eléctrica de 109 cv instalada na caixa, montada também à frente, para depois aplicar um segundo motor eléctrico, aqui com 200 cv, acoplado ao eixo traseiro. Tecnicamente, o 508 PSE acaba por aproximar-se das características técnicas do 3008 Hybrid4, GrandlandX Hybrid4 e DS7 Crossback E-Tense 4×4, com quem partilha a mecânica.

De acordo com o CEO da Peugeot, Jean-Philippe Imparato, o 508 PSE anuncia emissões de CO2 de somente 49 g/km, num modelo que necessita apenas de 4,3 segundos para ir de 0-100 km/h, para depois acelerar até 250 km/h. Apesar do incremento da potência eléctrica, a bateria continua a ter apenas 11,8 kWh, o que lhe garante uma autonomia em modo eléctrico de 50 km.