Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Talvez seja impróprio, por estes dias, falar-se de realidades alternativas. Especialmente quando a alternativa se compõe com um cenário bem pior do que a realidade. “The Plot Against America”, a minissérie de seis episódios (estreia-se na HBO Portugal esta terça-feira, 17 de março) que adapta o romance de 2004 de Philip Roth – em português, A Conspiração Contra a América – propõe que em 1940 Franklin D. Roosevelt tenha sido derrotado nas eleições norte-americanas por Charles Lindbergh. Quem? Exato, quem?

Roosevelt teve um papel importante no destino dos Estados Unidos, particularmente durante a Segunda Guerra Mundial, e nestas realidades alternativas que a ficção propõe continua a desempenhar o mesmo papel. É assim em O Homem do Castelo Alto, de Philip K. Dick, com FDR assassinado em 1934 por Giuseppe Zangara, o que leva a uma vitória das Potências do Eixo e a uma América completamente transformada no pós-guerra. O livro, esse, também foi transformado em série, disponível na Prime Video com o título “The Man In The High Castle”. Não é só nos livros nem na televisão que Roosevelt tem tanto peso nas emoções das realidades alternativas, também acontece nos videojogos, como em “Wolfenstein”, onde o presidente tem uma relação próxima com B.J. Blazkowicz.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.