Foi colocada na madrugada desta quinta-feira, no topo da Fonte Luminosa, na Alameda D. Afonso Henriques, uma faixa com mensagem de apoio e solidariedade com a frase: “Estamos juntos! Força” Vai passar!”. A câmara municipal de Lisboa decidiu retirá-la por volta das 11h00 desta quinta-feira por ser ilegal. Não se sabe quem fez nem quem pôs ali a faixa que suscitou grande admiração por quem ali de manhã passou.

O Observador contactou a câmara municipal de Lisboa que garantiu que a faixa foi retirada por razões de segurança da Fonte Luminosa: “a faixa em causa colocava em perigo o sistema hidráulico da Fonte e, por isso, é que foi retirada”, garantiu fonte da autarquia.

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

No site da autarquia é possível ver essa informação: “É proibido afixar cartazes no espaço público, através de colagem ou de outro método que produza o mesmo efeito (por exemplo: pregar)”. Essas proibições vão desde da “afixação do cartaz seja propriedade privada, mas esteja no espaço público ou dele seja visível” a “todos os tipos de cartazes, independentemente da sua natureza ou objetivo”. No mesmo documento é possível ainda saber que a afixação destes cartazes é punível com pagamento de uma coima em dinheiro, não especificando o valor.

A câmara liderada por Fernando Medina não se opõe “em nada” à divulgação deste tipo de mensagens e sugere ainda aos autores desta faixa que a “coloquem num outro qualquer local que não ponha em risco a segurança de pessoas ou infraestruturas”. “Num viaduto, por exemplo”, concluiu a mesma fonte.