Os primeiros clientes norte-americanos a encomendar o Model Y já começaram a receber o SUV mais pequeno da Tesla – não que seja “pequeno”, pois é ligeiramente maior do BMW X3, sendo substancialmente mais comprido do que o Audi Q5, Mercedes GLC e Porsche Macan –, o que permitiu começar a conhecer os seus verdadeiros trunfos, das reais dimensões às especificações técnicas, além dos sistemas que permitem optimizar a sua utilização em condições mais escorregadias ou pedregosas.

Comparado com o Model 3, o Model Y é 5,6 cm mais comprido, 7,1 cm mais largo, com a distância entre eixos a crescer 1,5 cm e a altura 17,8 cm. Quanto à altura ao solo, o SUV Y bate a berlina 3 em 2,8 cm. Se esta é a evolução em medidas exteriores, por dentro o Y oferece mais espaço à frente e atrás, sendo que isso lhe permite disponibilizar uma terceira fila de bancos, como no Model X.

3 fotos

Face aos rivais directos, com 4,751 metros de comprimento, o Model Y é maior do que o Jaguar I-Pace (4,682 m) e tem dimensões similares ao Mercedes EQC (4,761 m), apenas um centímetro mais comprido. Além dos sete lugares, que nenhum concorrente oferece, o Y disponibiliza até 1,9 m3 de bagageira. Veja aqui como:

Modo Off-Road

Apesar de partilhar com o Model 3 a plataforma, os motores e a bateria, como SUV que é, o Model Y recorre a algumas diferenças em matéria de software, de forma a incrementar a sua capacidade de circular fora de estrada e em pisos mais escorregadios ou pedregosos. Daí que não seja de estranhar a presença de um modo de condução para todo-o-terreno, denominado Off-Road Assist.

O construtor equipou o SUV com a possibilidade de modificar a potência que cada um dos motores aplica no seu eixo, evitando que sejam as rodas sem aderência a receber a força das unidades motrizes. Simultaneamente, pode colocar mais potência à frente ou atrás, para alterar o comportamento, tornando-o mais previsível e fácil de dominar, ou mais ágil e desportivo. Mas o modo Off-Road destina-se, acima de tudo, a permitir que a aplicação de potência possa ser realizada de forma mais suave e progressiva, aconselhável quando o condutor quiser lidar com zonas mais esburacadas ou pedregosas, em que a progressão deva ser realizada a velocidades extremamente reduzidas.

Apesar de inicialmente as entregas do Model Y estarem previstas para o início do próximo ano, no continente europeu, a Tesla estima que, dada a antecipação da produção, o SUV comece a chegar aos clientes a seguir ao Verão, pelo menos em alguns mercados do Velho Continente. Porém, no site da marca ainda se lê que o início da produção está previsto para o início de 2021… Entretanto, veja aqui o último vídeo sobre o novo SUV: