Com grande parte dos cidadãos impedidos de sair de casa, vale tudo para ajudar a passar o tempo. E os amantes da competição automóvel, com destaque para a Fórmula 1 (F1), não foram esquecidos. Na Internet sucedem-se os vídeos, entre os mais bem-humorados e os mais espectaculares, mas a cadeia de televisão ESPN F1 destacou-se ao divulgar um caixote da Amazon a rodar no circuito belga de Spa-Francorchamps.

Além de percorrer uma volta à pista, o caixote revela-se extremamente rápido, pois aparenta dar uma volta, apesar de sair da box (o que lhe deverá roubar mais de uma dezena de segundos), em apenas 1 minuto e 52,9 segundos. Nada mau, se tivermos em consideração que a melhor volta ao traçado pertence a Valtteri Bottas desde 2018, com 1.46,2. São menos 6,7 segundos de diferença, o que é menos do que o caixote da Amazon perde por arrancar parado das boxes.

Se está impressionado pela velocidade em recta deste estranho bólide com a aerodinâmica de um… paralelepípedo, ou pela capacidade de curvar depressa de um “veículo” sem asas à frente ou atrás e sem extractores de ar, não esteja. Isto porque tudo o que vê no vídeo foi criado por computador, graças à tecnologia CGI (computer-generated imagery), que materializa (de forma muito credível) mesmo as situações mais inverosímeis.

A caixa da Amazon foi colocada virtualmente em cima de um F1, sem que tenha sido avançado o ano, a marca ou o motor que utilizava. Certo é que não parece ser um modelo actual, com aqueles motores anémicos 1.6 turbo com seis cilindros em V, utilizados desde 2014. E pela forma como “canta” a alto regime nem parece ser sobrealimentado, pelo que talvez um V10 ou um V12 de outros tempos.

Amazon box lap of Spa

It's been 109 days since we've had an F1 race, so here's an Amazon box doing a lap of Spa…

Posted by ESPN F1 on Thursday, March 19, 2020