A Roma vai distribuir comida e material de proteção contra o novo coronavírus aos seus sócios com mais de 75 anos, anunciou esta quarta-feira a fundação do clube, cuja equipa de futebol é treinada pelo português Paulo Fonseca.

A partir de sexta-feira, a Roma distribuirá a todos os seus sócios com mais de 75 anos uma caixa com comida e bens de primeira necessidade e dispositivos sanitários úteis, para se protegerem neste período de emergência da Covid-19″ refere um comunicado publicado pelo clube, atual quinto classificado da liga italiana de futebol.

A distribuição será feita pela fundação do clube, Roma Cares, que assim apoiará uma das faixas etárias mais vulneráveis à pandemia da Covid-19, que já causou mais de 6.800 mortos em Itália.

A iniciativa junta-se uma série de outras já anunciadas por outros clubes, como a Juventus, onde alinha o português Cristiano Ronaldo, o Inter Milão, o AC Milan, de Rafael Leão, e o Nápoles.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19 mil. Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.