Ainda que se espere o pior para os meses de Março e seguintes, Fevereiro já foi um exemplo do que poderão ser, em breve, as vendas de veículos novos no mercado europeu. O volume de modelos transaccionados no mês caiu 7%, de 1,14 milhões em 2019 para 1,06 milhões em 2020, mas segundo a Jato, a procura por veículos eléctricos aumentou no mesmo período, evoluindo de 75.400 para 135.500 unidades.

Numa Europa a 27, apenas seis países viram as vendas crescer e sempre em mercados de pequenas dimensões. A Estónia aumentou 13%, seguida da Lituânia (8%), Portugal (7%), Letónia (6%), Grécia (4%) e Finlândia (2%). O número de países que registaram quebra na procura não só foi superior, como as diferenças envolvidas foram mais evidentes, com a Polónia a cair 12%, seguida da Áustria (11%), Alemanha (11%), Itália (8%), Irlanda (8%), Espanha (5%), Reino Unido (3%) e França (2%).

A marca com mais procura continuou a ser a Volkswagen, que colocou no mercado 118.989 unidades, seguida da Peugeot (76.535), Renault (73.537), Mercedes (59.494), Ford (58.228), Toyota (55.797), Skoda (55.457), BMW (54.928), Audi (50.946) e Fiat (50.425). Os fabricantes cujas vendas aumentaram foram a Toyota, com 11%, Kia (9%), Seat (8%) e BMW (4%). As descidas foram lideradas pela Suzuki e Jeep, com 33%, seguidas pela Mazda (31%), Dacia (29%), Honda (24%), Opel (21%) e Ford (20%).

Entre os modelos mais procurados pelos compradores europeus durante o mês de Fevereiro, o VW Golf, líder tradicional neste domínio, desta vez não foi o mais vendido. Ao comercializar apenas 24.735 unidades, o Golf caiu 21% e permitiu que o Renault Clio, cujas vendas baixaram apenas 4%, liderasse o mercado ao transaccionar 24.914 veículos. O terceiro modelo mais vendido foi o Peugeot 208 (20.923), à frente do Opel Corsa (18.406), Fiat Panda (17.680), Ford Focus (16.730), Citroën C3 (16.730), VW Polo (16.181), Skoda Octavia (14.853) e Toyota Yaris (14.488).

Apesar da preferência dos condutores europeus pelos SUV, o primeiro veículo deste tipo em Fevereiro ocupou apenas a 12ª posição do ranking das vendas, atrás de oito citadinos e utilitários (segmento A e B) e três modelos compactos (segmento C). O SUV do segmento C mais vendido foi o Peugeot 3008, à frente do VW T-Roc, Nissan Qashqai e VW Tiguan. Já entre os SUV do segmento B, o mais vendido foi o Renault Captur, seguido do VW T-Cross e Peugeot 2008.