A paralisação geral devido ao coronavírus enviou boa parte do mundo para casa e os músicos não são exceção. Nos últimos dias têm-se multiplicado os concertos transmitidos por artistas a partir das suas casas, via redes sociais, e esta sexta-feira o cardápio é longo: começa às 16h e prossegue tarde e noite fora. Conheça as nossas sete sugestões de concertos e DJ sets “online” transmitidos esta sexta-feira.

“Sessões de quintal” com  Toscano, Bruno Santos e Rita Redshoes

16h, Instagram (aqui)

Para alguns tornou-se uma rotina diária, num momento em que as horas do dia se prolongam e as rotinas se esfrangalham. Tudo começou há dez dias, quando dois músicos portugueses de jazz, o saxofonista Ricardo Toscano e o guitarrista Bruno Santos (do duo Mano a Mano), tiveram uma ideia: se são vizinhos, se cada um tem um quintal e se entre os dois quintais há distância de segurança mas proximidade mínima, porque é que não hão-de tocar juntos mas à distância, depois de “horas e horas de sessões e palco” no passado? As atuações ganharam periodicidade diária, acontecem entre segunda-feira e sexta-feira (inclusive) às 16h e também acontece juntar-se ao duo a cantora Rita Redshoes, que vive com Bruno Santos. Os vizinhos vão para as varandas, aplaudem e dançam à janela. Felizmente, graças à internet, todos podemos ser vizinhos deste três músicos.

Hamilton Leithauser (Walkmen) com canções novas

18h, Instagram (aqui)

O cantor da banda The Walkmen — um dos grupos mais importantes do indie-rock norte-americano nestas duas décadas, com sete álbuns editados entre 2002 e 2012 —, Hamilton Leithauser, tem um álbum novo na calha: chama-se The Loves of Your Life e será editado a 10 de abril. Esta sexta-feira, a partir das 18h, vai falar das canções novas e cantar alguns temas, na conta de Instagram do site La Blogothèque, que tem tido concertos diários transmitidos em direto. Talvez valha a pena recordar porque é que se escreveu aqui em 2017: quando for grande quero ser o Hamilton Leithauser.

Salvador Sobral em festival espanhol

18h30 (aqui)

Antes da avalanche de miniconcertos transmitidos a partir de casa por músicos portugueses, antes até de um festival que juntou mais de 70 das principais figuras da música portuguesa para nos cantar à distância, Salvador Sobral foi pioneiro e fez um concerto com o amigo e guitarrista André Santos. Os dois têm um projeto de versões chamado “Quinta das Canções” e, nesse concerto, atiraram-se a “O Primeiro Gomo da Tangerina” (Sérgio Godinho), “Só” (Jorge Palma), “O Navio Dela” (Manel Cruz) e “Lado Esquerdo” (Clã), entre outras canções alheias — pode rever o concerto aqui. Agora o repertório será diferente: Salvador Sobral foi convidado para o festival Yo Me Quedo en Casa, organizado em Espanha, e prometeu cantar seis canções de seis regiões diferentes de Espanha.

Em noite de isolamento, Salvador cantou em nossas casas. Não podia, mas cantou

Carminho no #tamojunto

19h (aqui)

Também a fadista portuguesa transmite esta sexta-feira um miniconcerto dado a partir de sua casa, inserido na segunda edição do festival #tamojunto, que é organizado pelo jornal brasileiro O Globo e que começou como apelo à união em isolamento. A aposta em Carminho revela ambição transatlântica mas revela também a notoriedade ganha pela fadista no Brasil, após digressões e um disco de homenagem a um dos grandes mestres da música brasileira: Carminho Canta Tom Jobim. Ao jornal O Globo, a portuguesa afirmou: “Neste momento inexplicável, desconhecido e tão difícil para todos, a música continua a ser uma das mais preciosas companhias”. Para ver a partir das 19h.

Disclosure

20h (aqui)

Pouca gente fez o mundo dançar tanto nos últimos anos quanto os irmãos Howard e Guy Lawrence. A dupla britânica agitou as pistas de dança e os festivais de música de todo o mundo com êxitos como “Latch” e “Omen” (ambos com colaboração de Sam Smith), “Magnets” (com participação de Lorde), “White Noise” (com AlunaGeorge), “When a Fire Starts to Burn” e “F For You” (parceria com a cantora Mary J. Blige). Esta sexta-feira, às 20h em Portugal continental, a dupla apresenta o seu “Kitchen Mix”, espécie de “seleção musical na cozinha”, nesta estação que é idealmente de muitos, a “Auto-Isolamento FM”.

Labaq e Samuel Úria

21h30 e 22h30 (respetivamente), aqui

Há uma nova plataforma de streaming de concertos, programas de autor e seleções musicais personalizadas em Portugal chamada Play It Safe. Foi lançada pelo serviço de músico ao vivo por subscrição Gig Club e tem tido programação diária. Para esta sexta-feira estão agendados dois concertos: a artista brasileira Labaq, ligada à editora leiriense Omnichord Records, vai atuar a partir de Itália às 22h. Às 23h, entra em cena o cantor e compositor português Samuel Úria.

Tim Bernardes

23h, aqui

É uma das grandes paixões do público português nos últimos anos e o crescimento da sua notoriedade no país é inegável: em pouco tempo, o brasileiro Tim Bernardes não só começou a dar concertos com fartura em Portugal como na última passagem pelo país a solo já atuou em salas com a dimensão do Grande Auditório do Centro Cultural de Belém. Também vocalista e compositor da banda O Terno, Tim Bernardes vai, tal como a portuguesa Carminho, dar um miniconcerto inserido no festival #tamojunto. Há outros artistas com atuação confirmada no mesmo festival esta sexta-feira, como Duda Beat (começa uma hora depois de Tim Bernardes).