Quatro antigos alunos do curso de design do produto do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) criaram um modelo de documento a ensinar a confecionar máscaras de proteção por cerca de 10 cêntimos, informou esta sexta-feira a instituição.

“A ideia é que cada pessoa possa, em sua casa, produzir a sua própria máscara e proteger-se da covid 19”, acrescenta o IPVC na nota esta sexta-feira enviada à imprensa, adiantando que a empresa dos quatro antigo alunos “disponibilizou um template gratuito que ensina como produzir uma máscara para proteção pessoas a custo muito reduzido”.

“Penso que não custará mais do que 10 cêntimos e é muito fácil de fazer com materiais que são muito fáceis de adquirir”, revelou, citado naquela nota, Emanuel Ferreira, um dos designers da DevelopKings, um grupo que desenvolve ferramentas gratuitas para criadores.

Segundo o designer, “a ideia foi criar uma forma extremamente simples que seja possível de ser feita com o mínimo de material e que possa ser realizada mesmo por quem não tem técnica ou experiência”.

De acordo Emanuel Ferreira, os interessados “têm de imprimir o template, usando-o para cortar uma folha de apresentação padrão A4 – folha de acetato, uma folha plástica mais rígida”.

Ela irá ajudá-lo a evitar fluidos corporais de outras pessoas e redirecionar a sua respiração para trás. A máscara pode ser lavada normalmente com sabão. Pode usar qualquer fita que tenha disponível em casa”, adiantou.

Os quatro antigos alunos “disponibilizam-se ainda a ajudar quem precisar de ajuda na construção desta máscara e lançam o desafio: “Compartilhe isto com seus entes queridos e se você construir uma, compartilhe suas fotos connosco”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou cerca de 540 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 25 mil.

Em Portugal, registaram-se 76 mortes, mais 16 do que na véspera (+26,7%), e 4.268 infeções confirmadas, segundo o balanço feito esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 724 novos casos em relação a quinta-feira (+20,4%).