A urgência pediátrica do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) vai estar fechada durante o período noturno, entre as 20h00 e as 8h00, a partir deste sábado, dia 28 de março, até ao dia 11 de abril devido a um foco de infeção do novo coronavírus nesta urgência.

Ao que o Observador apurou, este encerramento temporário foi decidido com a Direção-Geral de Saúde (DGS) como medida de prevenção. Isto porque várias pessoas terão de ficar de quarentena, o que leva a uma diminuição drástica dos recursos humanos.

Este encerramento temporário, decidido em articulação com as autoridades de saúde, é uma medida de prevenção, dado terem sido identificadas ocorrências de infecção com COVID-19″, refere um comunicado entretanto enviado pelo hospital.

Fonte do hospital adianta ao Observador que há dois profissionais de saúde que estão infetados e que, na sexta-feira, se deu início aos inquéritos epidemiológicos e ao rastreio de contactos. Há profissionais que foram colocados em quarentena por terem estado em contacto com os infetados e estão a começar a fazer testes “aos contactos de risco”.

Com todos estes profissionais de quarentena não é possível assegurar a urgência pediátrica 24 horas por dia”, acrescenta a mesma fonte.

O comunicado refere ainda que, entre as 8h00 às 20h00, a urgência pediátrica estará a funcionar “com normalidade”. Durante os períodos de encerramento, caso seja necessário, os utentes que deverão recorrer às urgências do Hospital de Santa Maria (Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte) e do Hospital de Dona Estefânia (Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central).

Artigo atualizado às 13h40