O Q8 é o SUV mais luxuoso e refinado da Audi, com espaço e equipamento capazes de justificar o preço elevado, correspondente ao estatuto de topo de gama. Mas faltava-lhe uma versão capaz de fazer “crescer água na boca” dos condutores para os quais só o luxo não basta e é necessário juntar alguma emoção ao modelo. Foi para isso mesmo que nasceu o RS Q8, o desportivo da família.

O mais dispendioso dos SUV da Audi começa por herdar o chassi dos seus “irmãos” Cayenne e Urus, o que lhe permite exibir um comprimento ligeiramente superior aos 5 metros (5,01 m) e uma imensa distância entre eixos, de 2,99 m, o que lhe garante um habitáculo com espaço de sobra. E se o interior é espaçoso, a mala não lhe fica atrás, disponibilizando em condições normais 605 litros, que depois pode evoluir até aos 1755 com o rebatimento dos assentos traseiros.

4 fotos

O principal trunfo do RS Q8 é o seu motor V8 biturbo com 4 litros, que neste caso fornece 600 cv. E, como se isto não bastasse, 800 Nm de força, logo a partir das 2200 rotações. Na realidade é a mesma unidade que, uma vez montada no SUV da Porsche, debita um máximo de 550 cv, para depois atingir 650 cv no Lamborghini.

Para reduzir os consumos e as emissões, este 4.0 V8 recorre à tecnologia mild hybrid a 48V, bem como à tecnologia cylinder on demand, contando com um motor eléctrico de apenas 16 cv que faz de motor de arranque, de alternador e ainda ajuda nas acelerações, o que facilita o trabalho do motor de combustão a gasolina. Daí que o fabricante anuncie uma redução de 0,8 litros no consumo médio. A caixa tem oito velocidades e é uma transmissão automática convencional, com conversor de binário para maximizar o conforto e a suavidade.

A potência é distribuída pelas quatro rodas através do habitual sistema quattro que, graças aos diversos programas de condução, consegue colocar nas rodas traseiras entre 30% e 85%, ou seja, o necessário para permitir ao modelo evoluir mais facilmente em terrenos mais escorregadios, mas igualmente para garantir que o RS Q8 se comporta como se fosse um desportivo numa estrada sinuosa. Compatível, pois, com os 250 km/h de velocidade máxima, valor que pode ascender a 305 km/h quando o RS Q8 está equipado com o pack Dynamic Plus, com o SUV a ser capaz de ir de 0 a 100 km/h em somente 3,8 segundos.

Distinguir o novo RS dos restantes Q8 é relativamente fácil, bastando atentar na grelha a negro com um “desenho” mais aberto, para facilitar a entrada de ar para refrigerar o motor. A frente exibe ainda maiores entradas inferiores, que servem para manter a mecânica e os travões dentro das temperaturas ideais de funcionamento. Na traseira, o extractor de ar denota uma atitude mais desportiva, reforçada pelas pequenas saídas de ar sob o farolins que, tal como os faróis à frente, são em LED.

O novo RS Q8 já está disponível entre nós, com a Audi a anunciar um preço de 182.733€. Um valor elevado, mas competitivo face aos rivais no segmento dos super SUV.