Ainda antes da interrupção da Primeira Liga mas já depois da contratação de Rúben Amorim, a questão dos centrais do Sporting para a próxima temporada ganhou um outro peso, tendo em conta a forma como o treinador montou com sucesso uma linha de três defesas no Sp. Braga. Luís Neto, que chegou esta temporada, era o único jogador à partida com lugar seguro; depois, Coates e Ilori poderiam ser negociados na reabertura de mercado mediante as propostas apresentadas, ao passo que Mathieu estaria inclinado para terminar a carreira. Agora, com todas as provas de futebol ainda interrompidas, houve um dado que entretanto pode influenciar essas contas.

Sporting. Jérémy Mathieu renova contrato até 2020

Em entrevista ao L’Équipe, o defesa de 36 anos, que cumpre a terceira temporada em Alvalade, afirmou que está a ponderar fazer ainda mais uma época como jogador, não abrindo ainda assim o jogo se essa decisão irá significar a permanência no conjunto verde e branco ou o rumar a outras paragens.

“Este período de descanso forçado está a fazer-me bem. Melhorei do tendão de Aquiles e sinto-me capaz de continuar mais um ano. Agora, vai depender das oportunidades que terei”, comentou o esquerdino que antes passou pela Ligue 1 (Sochaux e Toulouse) e pela La Liga (Valencia e Barcelona) como sénior, recordando ainda o mês de paragem entre fevereiro e março devido a uma problema físico contraído na receção ao Portimonense.

Jérémy Mathieu está confirmado: o que valem os defesas trintões por cá?

Sem avançar com clubes, a publicação francesa deixa em aberto a possibilidade de permanência no Sporting mas também de rumar a outras ligas, sendo certo que, nesta fase, o Sochaux, equipa onde o defesa se formou e que está na Ligue 2, não é ainda uma hipótese (nem como jogador, nem como dirigente).

O “menino de dez anos” que fez o três em linha sem saber se haverá quarta – e a picada no Aquiles de Mathieu explica porquê

Recorde-se que Mathieu cumpriu o jogo 100 pelos leões no início do ano, na deslocação do Sporting a Setúbal a contar para o Campeonato (3-1). Num total de 104 jogos e nove golos, o francês ganhou em Alvalade duas Taças da Liga e uma Taça de Portugal, depois de antes ter conquistado todas as provas (Liga, Taça do Rei, Supertaça de Espanha, Liga dos Campeões, Supertaça Europeia e Mundial de Clubes) no Barcelona entre 2014 e 2017.