A maratona de programação “HackatHOME” vai decorrer a 4 de abril e tem 40 vagas. Durante 11 horas, os participantes vão estar em 10 salas virtuais, onde utilizarão dados da Johns Hopkins University sobre o novo coronavírus. Objetivo: aprender a programar sobre a Covid-19, resolvendo os vários desafios que serão lançados. Não é obrigatório saber programar para participar e a equipa vencedora recebe um voucher para um curso de ciência de dados (data science).

Este é um evento organizado pelo Tech@Católica, um clube de alunos da Católica-Lisbon, em parceria com o CTIE (Católica-Lisbon Center for Technological Innovation & Entrepreneurship) e a Thorly, uma startup na área de educação tecnológica.

As inscrições podem ser feitas individualmente ou em grupo até 2 de Abril, mediante o pagamento de uma caução de 10 euros. Destes, 8,11 euros serão devolvidos assim que cada participante fizer check-in no dia do evento (o restante valor é a taxa cobrada pela plataforma de bilhética Eventbrite).

Durante a manhã, os participantes deste hackathon vão ter formação base da linguagem de programação Python, para depois passarem à ação e aplicarem o que aprenderam. O objetivo desta maratona é familiarizar os participantes com termos básicos do data science, como machine learning ou análise preditiva.