Os juros da dívida portuguesa estavam esta quarta-feira a descer a dois, a cinco e a 10 anos em relação a terça-feira, alinhados com os de Espanha e da Irlanda.

Cerca das 8h35 em Lisboa, os juros a 10 anos estavam a recuar para 0,841%, contra 0,860% na terça-feira, depois de terem subido até 1,441% em 18 de março, um máximo desde março de 2019, e descido até ao atual mínimo de sempre, de 0,065%, em 15 de agosto de 2019.

No prazo de cinco anos, os juros também estavam a descer, para 0,374%, e mantinham-se em terreno positivo, contra 0,387% na terça-feira, 0,916% em 18 de março, um máximo desde junho de 2018, e o mínimo de sempre, de -0,374%, em 26 de agosto Os juros a cinco anos, que estiveram em terreno negativo entre 28 de maio de 2019 e 14 de janeiro e entre 23 de janeiro e 6 de março, voltaram para terreno positivo em 9 de março.

No mesmo sentido, os juros a dois anos caíam para -0,083%, contra -0,076% na terça-feira, 0,258% em 18 de março, também um máximo desde junho de 2018, e o atual mínimo de sempre, de -0,684%, em 4 de setembro.

Em sentido contrário, os juros de Itália e da Grécia subiam em todos os prazos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha às 8h35:

2 anos…5 anos…10 anos

Portugal

01/04……-0,083….0,374……0,841

31/03……-0,076….0,387……0,860

Grécia

01/04…….n.disp…1,299……1,592

31/03…….n.disp…1,259……1,628

Irlanda

01/04……-0,495…-0,177……0,032

31/03……-0,477…-0,167……0,059

Itália

01/04…….0,347….0,923……1,528

31/03…….0,331….0,906……1,519

Espanha

01/04……-0,213….0,140……0,657

31/03……-0,202….0,145……0,672

Fonte: Bloomberg Valores de “bid” (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.