O volume das vendas a retalho aumentou, em fevereiro, na zona euro e na União Europeia (UE), com Portugal a registar a terceira maior subida, quer em termos homólogos quer em cadeia, segundo o Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, face a fevereiro de 2019, as vendas a retalho avançaram 3,0% na zona euro e 3,2% na UE. Na comparação com janeiro, o indicador cresceu 0,9% na média dos países do euro e 0,8% na dos 27 Estados-membros.

Na comparação homóloga, as maiores subidas nas vendas a retalho registaram-se na Roménia (11,9%), Hungria (11,4%) e Portugal (8,4%), tendo havido apenas um recuo, de 5,2%, na Eslovénia.

Face a janeiro, em fevereiro o indicador teve os maiores aumentos na Estónia (4,4%), na Letónia (3,5%) e em Portugal (3,0%) e as principais quebras na Irlanda (-2,7%), na Eslovénia (-1,8%), na Croácia e na Polónia (-0,2% cada).