Macau registou mais um caso da covid-19, o que eleva para 43 o número total de infetados no território, anunciaram as autoridades.

O novo caso foi diagnosticado, na sexta-feira, numa residente de Macau, de 53 anos, que esteve em Portugal entre 4 de fevereiro e 30 de março, disse o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, em comunicado.

No regresso a Macau, onde chegou pelo transporte do Gabinete de Gestão de Crises do Turismo, através da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, a doente “não manifestou quaisquer sintomas” e ficou sob quarentena na pousada Marina Infante, de acordo com as medidas em vigor no território, acrescentou.

O mesmo comunicado adiantou que a doente contactou, durante a estada em Portugal, “com um parente diagnosticado, no dia 26 de março, com pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus”.

“A doente está em condições clínicas consideradas normais” e foi “internada na enfermaria de isolamento do Centro Hospitalar Conde de São Januário para tratamento”, indicou.

O marido da doente, considerado contacto próximo, vai ficar sob “observação médica”, referiu.

Após Macau ter estado 40 dias sem identificar qualquer infeção, a partir de meados de março foram identificados 33 novos casos, todos importados.

Em fevereiro, Macau registou uma primeira vaga de 10 casos da covid-19, já todos com alta hospitalar. Após a deteção de novos casos, as autoridades reforçaram as medidas de controlo e restrições fronteiriças, assim como a obrigatoriedade de quarentena de 14 dias imposta a praticamente todos aqueles que entrem no território.