O vice-presidente do FC Barcelona Jordi Cardoner, número dois do clube dedicado à área social, acusou positivo para o novo coronavírus, mas está bem e isolado em casa, informou o clube.

O dirigente, de 57 anos, faz parte da equipa liderada por Josep Maria Bartomeu e é também neto de um antigo dirigente do clube catalão, Nicolau Casaus, que exerceu funções de vice-presidente entre 1978 e 2003.

Na última semana, o clube espanhol enviou todo o pessoal para casa, incluindo os futebolistas, mantendo reuniões de direção apenas através de teletrabalho.

Em Espanha, as autoridades de saúde indicaram hoje 11.744 vítimas mortais e 124.736 casos de infeção pelo novo coronavírus.