Dos 53 utentes do lar São Salvador em Ílhavo, 39 tiveram um resultado positivo nos testes à covid-19, havendo ainda um teste que foi inconclusivo, informou hoje fonte da instituição.

“Ontem [sábado] saíram os resultados dos restantes testes efetuados aos nossos utentes. Assim no total de 53 utentes temos 39 utentes positivos, um teste inconclusivo e 13 testes que deram negativo”, disse o diretor do lar, Luís Oliveira, numa nota publicada na página do Facebook da instituição.

De acordo com o mesmo responsável, quase todos os utentes infetados “estão estáveis” e se não houver nenhuma ocorrência grave, farão a quarentena de 21 dias no lar.

Já os 13 utentes que não estão infetados foram transferidos no sábado à tarde para uma antiga unidade residencial de ílhavo.

“Estes utentes estão a ser apoiados por colaboradores do lar de São José e por um grupo de voluntários de vários quadrantes”, acrescentou Luís Oliveira.

Para segunda-feira está agendada uma desinfeção ao lar que será efetuada por etapas.

Nesse dia também deverão ser conhecidos os resultados dos testes realizados aos colaboradores da instituição.

A direção do lar decidiu fazer testes a todos os utentes, na sequência da morte de uma mulher de 85 anos que estava infetada com o novo coronavírus.

Na quarta-feira, foram rastreados os primeiros 20 utentes do lar, tendo os restantes 34 utentes realizado os testes de despistagem da covid-19 na quinta-feira.

A primeira vítima mortal do lar foi uma mulher de 85 anos que morreu na terça-feira, depois de ter sido transportada para o Hospital de Aveiro onde lhe foi diagnosticada a covid-19.

Na terça e quarta-feira foram transportados dois utentes para o Hospital de Aveiro que também foram diagnosticados com covid-19.