Já morreram mais de 8 mil pessoas de Covid-19 em França, com o número total de infetados a ultrapassar os 70 mil, de acordo com os dados oficiais divulgados este domingo pela Direção-Geral da Saúde francesa. Em 24 horas, morreram mais de 500 pessoas no país.

O número de mortes por Covid-19 em França subiu neste domingo para 8.078, registando-se um aumento de 518 mortes face aos valores de sábado. Do total de óbitos, 5.889 ocorreram nos hospitais e 2.189 em lares de idosos e outras instituições. Já o número de casos confirmados aumentou em 1.873 para um total de 70.478.

Isabel II deixa mensagem de esperança aos britânicos: “Vamos encontrar-nos outra vez”

Segundo o boletim epidemiológico das autoridades francesas, há neste momento 28.891 pessoas hospitalizadas e 6.978 em cuidados intensivos. Do total de casos, 22.361 pessoas infetadas encontram-se em instituições sociais e médico-sociais, incluindo lares de idosos.

Ainda de acordo com o mesmo boletim, 16.183 pessoas já receberam alta hospitalar desde o início do surto em França, tendo regressado a casa após o internamento hospitalar.

Este domingo, não houve a habitual conferência de imprensa por parte dos responsáveis franceses, mas a DGS emitiu um comunicado de imprensa com alguns detalhes sobre o combate à pandemia. Segundo a nota, este domingo foram transferidos para “regiões menos sobrecarregadas” do país um total de 47 doentes, para poderem ter acesso a cuidados intensivos. Desde 18 de março, já foram transferidos 613 doentes em estado grave.

Ao mesmo tempo, para fazer face a esta sobrecarga a que está sujeita a região da Ile-de-France — região de Paris —, chegaram à região 300 profissionais de saúde vindos de outras zonas do país menos sobrecarregadas pela pandemia. De acordo com informação do Ministério da Saúde francês, é naquela região que se encontra a maioria dos casos do país — 11.474 doentes.