Durante o primeiro trimestre de 2020, a Tesla produziu 102.672 veículos, tendo vendido 88.400 unidades (entregas a clientes). São os valores mais elevados alguma vez atingidos pela marca norte-americana, que assim registou um incremento nas vendas de 40% face ao primeiro trimestre de 2019, com a produção a ser incrementada em 33%.

As primeiras unidades do novo Model Y só começaram a ser entregues no final de Março, pelo que o construtor de veículos eléctricos não pôde contar com as vendas do modelo que promete passar a ser, em breve, o novo best-seller. Uma ajuda importante para esta melhoria dos números foi dada pela nova fábrica da Tesla na China que, apesar de ter sido terminada em Novembro, ainda está a “acelerar”. Encontra-se a produzir 12.000 veículos por mês, com perspectiva de continuar a incrementar a produção rumo ao objectivo de 250.000/ano.

Com 88.400 unidades vendidas entre Janeiro e Março, ficam para trás os 63.019 veículos do primeiro trimestre de 2019 e os 29.997 no mesmo período de 2018. As vendas dos Model S e Model X aumentaram apenas 1%, mas entre os Model 3 e Model Y o crescimento atingiu 50%.

Os 102.672 automóveis produzidos deixam igualmente para trás as 77.100 unidades fabricadas nos primeiros três meses de 2019, com o incremento a ser ainda mais evidente se considerarmos os dados de igual período em 2018, em que saíram das linhas de montagem 34.494 unidades. Analisando a produção por famílias de modelos, os Model S e X aumentaram 8,7%, enquanto os Model 3 e Y cresceram 38,6%.