Do movimento tecnológico tech4COVID19 já saíram cerca de 30 projetos para ajudar na luta contra a pandemia de Covid-19. A plataforma Preserve é o mais recente e nasceu para ajudar os negócios locais a obter receitas no curto prazo. Como? Com a compra de vouchers online — compra agora, ajudando os negócios a ter receitas, e usa depois.

Na plataforma, é possível encontrar vouchers para restaurantes, cafés, mercearias, entre outros negócios locais que não estejam em atividade. O movimento pretende criar receitas imediatas, que ajudem no pagamento de salários, fornecedores e outros encargos.

O pagamento dos vouchers é feito através da Instituição de Pagamento euPago, que rescindiu de parte das suas comissões, para que as empresas recebam a totalidade do valor. Os proprietários que se queiram inscrever no site também não têm de pagar nada, basta inscreverem-se.

Entre os parceiros do projeto, estão já a Associação Comercial de Braga, a Associação Comercial Distrito de Évora, a Associação Comercial do Porto, a Pro.var – Promover e Inovar a Restauração Nacional, a Associação Comercial e Industrial de Évora, a Associação Empresarial de Viana do Castelo e a Edições do Gosto.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“A pandemia e a situação de emergência que hoje vivemos está a ser particularmente difícil para negócios locais, principalmente nos setores de hotelaria e restauração, e é nestes momentos que se vê a fibra das pessoas, da sociedade e de um país. A Preserve surge com o objetivo de possibilitar a transmissão de energia de uma comunidade pronta a ajudar quem mais precisa. Para tal, contamos com o esforço de dezenas de voluntários que estão a passar noites, fins de semana e tempos livres a trabalhar por uma boa causa,” afirma Ricardo Gonçalves, responsável pelo projeto.

O movimento tech4COVID19 foi criado por um grupo de fundadores da comunidade tecnológica portuguesa que pretende desenvolver soluções que ajudem a ultrapassar o desafio da Covid-19.