O Jaguar XE SV Projet 8 é um caso sério em matéria de eficiência. Alia um motor com muita potência e uma força elevada, mesmo a baixo regime, a um chassi leve e ágil, o que não o impede de oferecer simultaneamente um habitáculo espaçoso e uma bagageira volumosa. A berlina desportiva surgiu em 2018, quando foi aqui apresentada aos leitores do Observador, e rapidamente demonstrou o seu potencial ao bater o recorde no Nürburgring, tornando-se a mais rápida do segmento.

Agora o SV Project 8 volta a brilhar, pelas mãos da publicação alemã Auto Bild Sportscars, que levou o modelo britânico ao circuito alemão de Lausitzring para aí estabelecer o melhor tempo por volta possível e, assim, o poder comparar com os rivais de quatro e apenas duas portas.

Ensaio Jaguar XE Project 8. Até dá gosto…

O Jaguar XE SV Project 8 começa por ser um XE igual aos restantes, que depois foi alterado para montar um enorme V8 com 5 litros de capacidade, onde até ali apenas cabia um V6. O 5.0 V8 é soprado por um compressor volumétrico, accionado pela cambota e não pelos gases de escape, o que o torna mais rápido na resposta ao acelerador e lhe garante mais força a todos os regimes, com destaque para os inferiores.

O resultado é 600 cv e 700 Nm, o que aliado a um chassi transformado pelo SVO, o departamento de veículos especiais da marca, explica que o Jaguar tenha percorrido uma volta em 1 minuto, 32,15 segundos. Com este valor, o SV Project 8 deixou o BMW M5 Competition, com 626 cv, a uma distância confortável (1.33,40), batendo ainda o Mercedes AMG GT 63 S (1.32,32), o Audi R8 V10 Performance (1.33,44) e o Porsche Carrera S (1.33,62).