A atriz nigeriana Funke Akindele-Bello, que foi uma das caras de uma campanha de sensibilização para o confinamento decretado pelas autoridades da cidade de Lagos, foi detida e multada por ter feito uma casa em casa este fim-de-semana.

As imagens da festa foram colocadas nas redes sociais por alguns dos presentes, o que levou a que rapidamente fossem partilhadas e merecessem críticas da parte de vários internautas, que acusaram a atriz de hipocrisia.

A festa em questão seria para celebrar o aniversário do marido da atriz, o rapper Abdul Rasheed Bello, conhecido pelo nome artístico JJC Skillz. Em tribunal, os dois admitiram terem violado as regras do confinamento. Como pena, aceitaram uma multa de 14 dias de serviço comunitário, além de se terem comprometido com visitar a dez sítios em Lagos onde deverão promover a necessidade de confinamento.

No caso de Funke Akindele-Bello, essa será já a segunda vez a fazê-lo, uma vez que a atriz foi contratada pela empresa do ramo da higiene Dettol para dar a cara por uma campanha a favor do confinamento. A campanha foi feita em parceria com o Centro Nigeriano de Controlo de Doenças (NCDC, na sigla inglesa), que em comunicado disse estar “preocupado” com aquela notícia e que sublinhou não apoiar “qualquer incumprimento das regras” do combate à Covid-19.

Atriz diz que os convidados da festa já estavam na sua casa “há meses”

Apesar de ter admitido em tribunal que desobedeceu às regras impostas pelas autoridades de Lagos para o confinamento perante a pandemia de Covid-19, a atriz Funke Akindele-Bello garantiu nas redes sociais que as pessoas que foram filmadas naquela festa já estavam na sua casa há bastante tempo.

“Todas as pessoas naquela casa já estavam na minha casa há meses, há semanas, há dias antes da ordem de confinamento”, disse. “Ninguém veio da sua casa para vir à festa na nossa casa. Nós estamos todos a viver na mesma propriedade.”

Ainda assim, a atriz disse que se sente “mal” com todo este caso. “Apoio muito o governo em todo o seu trabalho para lutar contra a pandemia e lamento se enganei alguém com o vídeo. Agradeço a vossa preocupação e prometo que vou agir sempre de acordo com aquilo que defendo publicamente”, disse.