Um centro de rastreio à Covid-19, em modelo ‘Drive Thru’, começou esta terça-feira a funcionar na antiga alfândega de Valença, junto à ponte Eiffel de ligação à Galiza, informou a Câmara local, dotando o Alto Minho de três daqueles equipamentos.

Em comunicado esta terça-feira publicado na sua página oficial no Facebook, a Câmara de Valença adiantou que o centro de rastreio, instalado nos espaços envolventes à antiga alfândega, numa parceria com a Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), “tem capacidade para realizar até 30 testes por dia“.

“Este centro pretende dar uma resposta de proximidade a Valença e ao Vale do Minho na realização de testes de diagnóstico, tão importantes nesta altura para estancar a proliferação desta pandemia”, afirmou o presidente social-democrata da Câmara de Valença, Manuel Lopes, citado naquela publicação.

Imagem tirada do Facebook

Segundo aquele município do distrito de Viana do Castelo, “todos os testes serão apenas realizados mediante a apresentação da prescrição do médica do Serviço Nacional de Saúde (médico de família do Centro de Saúde local), sendo gratuito para o utente, ou através de requisição médica de instituição de saúde privada, que, nestes casos, terá custos para o utente, ou seja, não tem qualquer comparticipação do Serviço Nacional de Saúde (SNS)”, refere.

De acordo com a autarquia da segunda cidade do Alto Minho, “os doentes são agendados mediante a receção de um SMS com a hora para comparecerem no centro”, sendo que “os resultados do teste, após análise, são enviados diretamente ao doente, ao médico e às autoridades de saúde pública”.

O centro de rastreios de Valença “funciona às terças e quintas-feiras, das 9h às 13h e das 14h às 16h”.

Nestes centros de modelo ‘Drive Thru’, os pacientes referenciados deslocam-se dentro do veículo ao ponto de recolha sem entrar em contacto com outras pessoas, reduzindo assim o risco de infeção em cada colheita.

Na segunda feira, abriu o ‘Drive Thru’ de Ponte de Lima, a funcionar no pavilhão de feiras e exposições da Expolima, “às segundas, quartas e sextas das 9h às 13h, e das 14h às 16h, com exceção da sexta-feira Santa e da segunda-feira de Páscoa”.