As autoridades sanitárias de Itália vão distribuir 2,5 milhões de testes à presença do novo coronavírus, durante a próxima semana, por várias regiões do país, que é o mais afetado pela pandemia na Europa, anunciou este sábado o Governo.

De acordo com o elemento do executivo italiano responsável pela coordenação da resposta à pandemia, Domenico Arcuri, citado pela agência France-Presse (AFP), estes “2,5 milhões de testes serão distribuídos pelas regiões, na próxima semana”.

De acordo com a AFP, até agora, pouco menos de um milhão de testes foram realizados em Itália desde o início da pandemia. Itália tem quase 20 mil mortos e cerca de 100 mil casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus.

As autoridades sanitárias italianas pretendem começar a identificar as pessoas que foram infetadas ou que estão infetadas, mas com sintomas ligeiros ou mesmo assintomáticas, para controlar a propagação da doença covid-19.

Domenico Arcuri acrescentou que também está a ser desenvolvida uma aplicação para ‘smartphone’ que vai ajudar a rastrear as pessoas contagiadas com o novo coronavírus.

Entre as regiões no norte de Itália, as mais afetadas pela pandemia, Veneto foi a que mais testes realizou, com quase 200 mil.

O responsável do Governo italiano acrescentou que apenas se vai deixar “esta dramática emergência para trás” quando “uma vacina for, efetivamente, descoberta” e enquanto a vacina não chega apenas “há um antídoto”: “Nós e o nosso comportamento”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 103 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, mais de 341 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O número de mortos em Itália devido à covid-19 aumentou hoje para 19.468, com mais 619 nas últimas 24 horas, e voltou a ser o país do mundo com mais óbitos devido à pandemia, ultrapassando o número de óbitos nos Estados Unidos da América.

De acordo com um comunicado divulgado pela Proteção Civil italiana, citado pela agência espanhola Efe, o número total de contagiados pelo SARS-CoV-2 em Itália é agora de 152.271, tendo-se confirmado mais 4.694 pessoas infetadas no último dia.

O continente europeu, com mais de 870 mil infetados e mais de 71 mil mortos, é o que regista o maior número de casos.