As autoridades iranianas registaram 98 mortes causadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, a primeira vez num mês em que o número diário de óbitos é inferior a 100 no país do Médio Oriente mais atingido pela pandemia.

Com os números desta terça-feira subiram para 4.683 as mortes no Irão causadas pela Covid-19, disse o porta-voz do Ministério da Saúde, Kianouche Jahanpour, na sua comunicação diária à imprensa.

Infelizmente, perdemos 98 dos nossos compatriotas infetados com a doença (…), mas depois de um mês de espera, é o primeiro dia em que o número de mortos é de dois dígitos”, declarou Jahanpour. “Esperamos que esse caminho continue”, graças ao respeito pelas regulamentações de saúde que visam conter a disseminação do vírus, acrescentou.

Jahanpour disse que 1.574 novas pessoas foram infetadas pelo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando o número total de casos para 74.877, entre as quais, 48.129 pessoas já se recuperaram.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já provocou mais de 117 mil mortos e infetou quase 1,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Dos casos de infeção, cerca de 402 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.