A Câmara de Paredes anunciou esta terça-feira o investimento de 366 mil euros em equipamento informático e ligações à Internet para apoiar os alunos no ensino à distância na atual pandemia de Covid-19.

Segundo aquele município do distrito do Porto, vão ser adquiridos 725 computadores portáteis, 602 “tablets” e 1.016 ligações à Internet.

O presidente da câmara, Alexandre Almeida, citado num comunicado enviado à Lusa, destaca a importância da medida: “como não podia deixar de ser, no que respeita à educação, em Paredes nenhum aluno pode ficar para trás”. O município explica que se pretende “apoiar os alunos que necessitem de ferramentas informáticas para que possam acompanhar as atividades letivas e prosseguir o ensino à distância no terceiro período, sem haver desigualdades em contexto escolar”.

Os dados recolhidos pelos agrupamentos escolares de Paredes concluíram haver alunos sem computadores em casa e outros que têm de os partilhar com familiares em teletrabalho. Os equipamentos serão disponibilizados este mês aos agrupamentos, que os farão chegar aos encarregados de educação, por empréstimo.

Em Portugal, segundo o balanço feito na segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde, registam-se 535 mortes associadas à covid-19.

Dos infetados, 1.187 estão internados, 188 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 277 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde 19 de março e até ao final do dia 17 de abril.