Uma ala oncológica do Centro Médico da Universidade de Hamburgo-Eppendorf (UKE), na Alemanha, foi atingida por um surto de coronavírus. A história é avançada pela CNN e dá conta que 20 pacientes e 20 profissionais de saúde testaram positivo.

Alguns desses pacientes estão a ser tratados no mesmo hospital, na área reservada para doentes Covid-19, mas outros foram enviados para casa, onde deverão manter-se em quarentena. “A cadeia de infeção está a ser investigada, estamos a fazê-lo o mais rápido possível mas será difícil ligá-la a uma única pessoa”, explicou um porta-voz desta UKE num comunicado a que a CNN teve acesso.

Todos os pacientes desta ala de oncologia foram testados assim que foi detetado o primeiro caso, afirma o hospital. Os pacientes infetados que foram transferidos para enfermarias específicas Covid-19 continuam a receber o tratamento referente ao seu problema oncológico.

A maior parte dos funcionários infetados estão isolados em casa, dizia o mesmo comunicado.

Hamburgo é um dos epicentros de coronavírus na Alemanha. Um total de 3869 pessoas dessa cidade foram infetadas e 67 morreram, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Robert Koch.