A Google anunciou esta sexta-feira que “decidiu renunciar, de forma global”, às taxas do servidor de anúncios aos “publishers” de notícias no Ad Manager durante cinco meses, no âmbito do impacto da pandemia do novo coronavírus.

“Durante os tempos de crise global, as pessoas confiam no jornalismo de qualidade para se manterem informadas e seguras, e os anúncios que aparecem ao lado da cobertura noticiosa ajudam a financiar os jornalistas que escrevem as notícias de última hora e mantêm os ‘websites’ e as aplicações de notícias a funcionar”, refere o diretor-geral para a área das parcerias globais da Google, numa publicação.

Muitos ‘publishers’ de notícias de todo o mundo usam o Google Ad Manager para apoiar os seus negócios digitais com publicidade. À medida que a pandemia do coronavírus afeta fortemente a economia global, a Google News Initiative está a trabalhar para identificar formas de disponibilizar um apoio financeiro imediato às organizações de notícias de todo o mundo que produzem jornalismo original”, acrescenta Jason Washing.

“Por isso, decidimos renunciar, de forma global, às taxas do servidor de anúncios aos ‘publishers’ de notícias no Ad Manager durante cinco meses”, acrescentou. “Nos próximos dias, vamos notificar os nossos parceiros de notícias que cumpram os requisitos do programa e o que podem esperar nos seus extratos da conta”, adiantou o responsável.

“Esta medida é baseada no Fundo de Emergência para Jornalismo do GNI, que está a proporcionar ajuda a milhares de pequenos ‘publishers’ de notícias locais a nível mundial e em outros programas de apoio ao setor”, conclui.