Um homem foi detido pela PSP após ter agredido uma socorrista da Cruz Vermelha Portuguesa que se deslocou a uma residência na Amadora devido a um caso suspeito de covid-19, disse este sábado à Lusa fonte policial.

Segundo a mesma fonte, a situação ocorreu ao final da tarde de quinta-feira, num apartamento na freguesia da Encosta do Sol, concelho da Amadora, no distrito de Lisboa.

Fonte policial relatou à Lusa que um vizinho, ao ver os elementos da Cruz Vermelha a transportar o doente, quis saber se o mesmo estava infetado com Covid-19 e, perante a recusa no fornecimento de informações, agrediu uma socorrista, de 21 anos.

O agressor, de cerca de 30 anos, foi detido pela PSP, tendo ficado com Termo de Identidade e Residência como medida de coação.