O provedor da Santa Casa Misericórdia de Torre de Moncorvo indicou este domingo que há três pessoas recuperadas da covid-19 que pertencem à Unidade de Cuidados Continuados local, após a realização de testes (zaragatoa) ao novo coronavírus.

“Soubemos hoje dos resultados e temos três pessoas recuperadas. Trata-se de dois utentes e uma funcionária. Há mais dois utentes que deram negativo, mas terão de repetir o teste à covid-19 nos próximos dias”, disse à Lusa Fernando Gil.

Segundo o responsável, a Unidade de Cuidados Continuados de Torre de Moncorvo registou a morte de quatro utentes infetados pelo novo coronavírus que acabaram por morrer em ambiente hospitalar.

A estes óbitos junta-se mais três que não resistiram à doença, mesmo não estando contaminado pelo coronavírus.

“Nos próximos dias serão realizados mais testes e serão conhecidos novos resultados”, vincou Fernando Gil.

Uma equipa de voluntários da ULS Nordeste que acompanha os utentes da Unidade de Cuidados Continuados de Moncorvo é composta, por um médico, três enfermeiros e duas auxiliares.

Pertencentes à unidade de cuidados continuados local, estão ao serviço quatro enfermeiros apoiados por seis a oito auxiliares.

Encontram-se neste momento nos cuidados contados de Torre de Moncorvo nove utentes positivos para a covid-19.

No dia 15 de abril o provedor da Misericórdia de Moncorvo anunciava que cinco utentes negativos para covid-19 regressaram à unidade de cuidados continuados local, que foi alvo de uma ação de descontaminação levada a cabo por militares do Exército, após um período de internamento numa unidade hospitalar de Vila Nova de Gaia.

“Após o processo de descontaminação efetuado pelo Exército, na cave e no piso zero do edifício dos cuidados continuados, há cinco utentes que regressaram a esta unidade transportados em ambulâncias, e que estavam internados numa unidade hospitalar de Vila Nova de Gaia”, indicava à data Fernando Gil.

O transporte dos doentes que se encontravam numa unidade hospitalar da Cruz Vermelha, em Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto, foi efetuado pelos bombeiros de Torre de Moncorvo.

As primeiras análises feitas aos utentes da unidade de cuidados continuados de Torre de Moncorvo aconteceram no dia 01 de abril, sendo que os primeiros resultados foram conhecidos no dia 04 de abril, com 14 pessoas que deram positivo para covid-19 (13 utentes e uma funcionária).

Portugal contabiliza 880 mortos associados à covid-19 em 23.392 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Relativamente ao dia anterior, há mais 26 mortos (+3%) e mais 595 casos de infeção (+2,6%).

Das pessoas infetadas, 1.040 estão hospitalizadas, das quais 186 em unidades de cuidados intensivos, e o número de casos recuperados passou de 1.228 para 1.277.